Carrefour Marginal

São Paulo | SP , 40.00m2 , 2013 (projeto)   Em colaboração com Jonas Birger Arquitetura, ARUP, PWP Landscape Architecture e Benedito Abbud Arquitetura Paisagística

O terreno se localiza ao longo de uma das artérias de circulação mais importantes de São Paulo, a Marginal Pinheiros, e hoje abriga um supermercado “big-box”, estacionamentos e o acesso a uma das estações de trem da CPTM. O empreendimento se baseia na reformulação do supermercado existente e a construção de três novas torres para hotel, residências e escritórios, além da nova loja de supermercados.

Através de dispositivos legais, o potencial construtivo foi aumentado com a cessão de espaços para uso público num total de 30.000 m2. Esses espaços, assim como as três torres, haviam sido originalmente implantados acima de uma base com 5 níveis de garagens no sobressolo, obrigando transeuntes e pedestres a subirem mais de 14m de altura para acessá-los. Assim, quando chegamos ao time de projeto, nossa primeira contribuição foi a de rebaixar os sobressolos e garantir a permanência do fluxo pedestre existente entre a estação de trem e o bairro, com uma média de 10mil pessoas por dia.

Conseguimos isso através da manipulação dos volumes de garagens e a construção de uma rampa suave, nunca mais inclinada do que 5%, criando uma “topografia” que delineia um caminho convidativo ao meio do verde e de equipamentos de lazer, fazendo a ligação pedestre entre bairro e estação/Marginal. Volumes para usos culturais e de comércio também são criados ao “descascarmos” algumas áreas do plano inclinado, criando uma linguagem para o complexo de espaços públicos que depois será também usada para o desenho dos móveis e equipamentos públicos em geral.