Parque Linear da Vila Madalena

São Paulo | SP, 65.000m² , 2012 (projeto)

O Parque Linear do Córrego Verde Vila Madalena percorre o antigo leito do Braço 1 do Córrego Verde, hoje canalizado. Passando por áreas sujeitas a enchentes e ao mesmo tempo bastante densas, o projeto se propõe como um passeio para pedestres e bicicletas, “abrindo-se” em alguns pontos para conquistar áreas subutilizadas e transformá-las em espaços para lazer, esporte e usos culturais.

Esse passeio se configura por um sistema de calçamento permeável sem arestas que define o caminho pedestre e a ciclovia, assim como os jardins de chuva, jardineiras e espelhos d’água, formando uma grande superfície drenante que exemplifica o uso de métodos alternativos para a retenção e o escoamento das águas pluviais. O desenho é ao mesmo tempo a metáfora do antigo leito do rio, assim como uma grande máquina drenante, chamando a população a refletir sobre a cidade e suas águas.

Iniciativa conjunta entre a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, SIURB e Cidade Escola Aprendiz, o projeto já foi bancado por verbas públicas duas vezes e duas vezes impedido de ser realizado por uma associação de bairro que entende que não terá benefícios diretos com o mesmo, muito embora o projeto se destine ao controle das graves cheias das áreas mais baixas da bacia e ao desfrute de mais espaços livre s e verdes na cidade. Como resposta, moradores e organizações das áreas mais afetadas pelas enchentes se organizaram para “ocupar” algumas das áreas por onde o parque passará, tendo já obtido a permissão da prefeitura para fechar o Beco do Batman para carros e parte da Rua Medeiros de Albuquerque nos finais de semana.