Biblioteca Vaga Lume

Tefé | AM , 2011 (projeto)

Á dez anos a ONG Vaga Lume trabalha com 200 comunidades ribeirinhas espalhadas pelos rios da Região Amazônica. Distribuindo livros e formando mediadores de leitura, conseguiram também reestruturar varias dessas comunidades através do intercâmbio entre elas e instituições de São Paulo e Manaus, formando leitores com forte sentido comunitário e visão do mundo para além da imensidão das águas amazônicas.

Em algumas comunidades a estante com 150 livros foi abrigada em um edifício, uma "biblioteca" construída com esforço e recursos próprios. Uma casa comunitária onde as crianças brincam, as mães conversam e os homens se reúnem. Esse estudo apresenta uma alternativa de projeto que visa potencializar esse esforço, oferecendo a opção de um sistema construtivo que nasce das técnicas construtivas locais, mas traz em si elementos externos que contribuirão para o conforto ambiental e para a durabilidade das construções.

projeto começa com a estante originalmente distribuída por Vaga Lume às comunidades, usando-a como módulo para o novo edifício. Assim, a estante é desconstruída em quatro peças que se encaixam para se transformar em janela pivotante, persiana, parede ou porta. O telhado é um elemento independente, flutuando sobre os ambientes como um grande guardachuva.

ua forma advém da releitura dos telhados de duas águas tradicionais, onde cada tesoura é angulada diferentemente, dando nova forma e simbolismo à casa que é de todos.

Grandes beirais e varandas conformam espaços semi-abertos e multifuncionais. Placas solares, captação de água e biofossas farão o projeto ainda mais sustentável, almejando minimizar a contradição entre a riqueza dos recursos naturais e a pobreza vivida pelas comunidades da região.